Os 10 mandamentos do Movimento Internet Segura

1) Protegerás seu computador.
 
2) Jamais fornecerás senhas
 
3) Ficarás atento aos endereços em que navegas
 
4) Conferirás sempre seus pagamentos
 
5) Terás sempre atenção no fornecimento de dados pessoais
 
6) Nunca participarás de sorteios fáceis
 
7) Resistirás a ofertas tentadoras
 
8) Terás cuidado com programas de invasão
 
9) Ficarás sempre de olho nos e-mails que recebe
 
10) Em movimentações financeiras, seguirás sempre as regras para internetbanking

">
Clique aqui para ir à página Inicial
Clique aqui para ir à página Inicial
Práticas úteis

 
Práticas para evitar fraudes na internet

1) Proteja seu computador
Assim como tomamos precauções de segurança, por exemplo em nossa casa ou automóvel, também precisamos ter o mesmo cuidado em relação ao nosso computador. Para isso, é necessária a utilização de alguns programas que irão trazer uma camada de proteção contra algumas ameaças. Estes programas podem ser obtidos de diversos fabricantes em pacotes integrados ou de forma individual. Pelo menos 3 tipos de proteção são necessários:

- Antivírus: Um programa antivírus irá proteger seu computador contra os denominados “vírus de computador” e suas variantes, como worms (veja o glossário para uma melhor compreensão destes termos). É imprescindível que o antivírus tenha uma característica chamada “atualização automática”, que garante que o programa irá buscar novas atualizações automaticamente e com freqüência no mínimo diária.

- Firewall pessoal: Um programa denominado “firewall” irá manter uma barreira lógica entre seu computador e a Internet, evitando que atacantes façam acessos não autorizados.

- Anti-Spam: Este programa irá auxiliar a filtrar o conteúdo indesejado de e-mails, descartando automaticamente aqueles que forem considerados “Spam”.

Observação Importante: A eficiência destes programas de proteção está relacionada com a forma como os mesmos foram instalados e configurados. Caso não se sinta seguro para efetuar a instalação e configuração dos mesmos, consulte o suporte especializado dos fabricantes.


2) Não forneça senhas
Nunca informe qualquer senha para qualquer pessoa ou para qualquer pedido de cadastramento ou recadastramento sob nenhum argumento.


3) Fique atento a barra de endereços de seu navegador
Verifique se o endereço digitado não mudou durante a navegação. Caso seja uma conexão segura (aquela conexão com endereços iniciados em https:// e com o cadeado ativado), clique no cadeado e verifique se a informação do certificado corresponde com o endereço na barra de endereços do navegador.


4) Pagamento
Um das formas mais comuns de aplicação de golpes é a exigência de pagamentos antecipados. Certifique-se sobre a procedência do site e em caso de dúvida, contate a empresa através do atendimento on-line ou telefone fixo. Ao sentir qualquer desconfiança, não efetue o pagamento.


5) Dados pessoais
Forneça somente seus dados pessoais como CPF e RG para sites reconhecidos e de procedência confiável. Em caso de dúvida da procedência do site, não forneça os seus dados pessoais.


6) Participação de sorteios
Todo sorteio deve estar devidamente regularizado através da Caixa Econômica Federal, do SEAE (Secretária de Acompanhamento Econômico) ou SUSEP (Superintendência de Seguros Privados). Recuse participar de sorteios de ofertas tentadoras e milagrosas, pois normalmente ações como estas são armadilhas para roubar dados e identidades.


7) Ofertas tentadoras
Não aceite ofertas tentadoras via email , geralmente encaminhadas por endereços falsos, que prometem prêmios instantâneos ou descontos especiais. Certifique-se sobre a procedência do e-mail e em caso de dúvida, contate a empresa através do atendimento on-line ou telefone fixo.


8) Programas de invasão
Cuidado com mensagens beneficentes ou que contenham imagens de catástrofes, atos de barbárie, pornografia, acidentes etc. A curiosidade do internauta é explorada pelos falsários, com o intuito de aplicar golpes. Geralmente os arquivos com as supostas imagens carregam programas de invasão (trojans) que se instalam de forma oculta no computador do usuário para posteriormente roubar senhas e outros dados confidenciais da pessoa. Sempre apague estas mensagens, mesmo que o remetente seja uma pessoa conhecida.


9) Emails
Não abrir, em hipótese alguma, anexos de emails vindos de desconhecidos ou mesmo de conhecidos mas com texto suspeito. Só clique em links se tiver certeza absoluta que o remetente lhe enviou um arquivo anexado. Nesse caso, aceite somente se o arquivo for um documento, planilha ou semelhante. Caso negativo apague imediatamente a mensagem. Nunca clique arquivos com extensão desconhecida. Na dúvida, apague.

Operações Seguras

 
O que não se deve temer na Internet

1) É seguro preencher cadastros em sites que usem pelo menos SSL como criptografia de dados. O SSL é uma conexão segura (endereços iniciados em https:// e com o cadeado ativado). Clique no cadeado e verifique se a informação do certificado corresponde com o endereço na barra de endereços do navegador.


2) É seguro baixar arquivos em sites conhecidos e que tenham política de privacidade e segurança claras


3) É seguro fazer operações de Internet banking direto no site do banco. Sempre entre no Internet Banking digitando o endereço no navegador. Jamais utilize links de e-mail ou bookmarks (favoritos).


4) É seguro fazer compras com cartões de crédito em lojas virtuais com marcas reconhecidas.


5) Certificação Digital - o uso de uma identidade digital, ou certificado digital favorece a segurança de uma comunicação ou transação on-line, pois através delas, fica garantido a identidade do usuário. Para saber mais, consulte o glossário.

Cartilha de Segurança para a Internet
O Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil (CERT.br) tornou disponível para download a nova versão da sua Cartilha de Segurança. O arquivo, totalmente gratuito, está no formato PDF e pode ser visualizado por meio de um programa como o Adobe Reader. 

Para baixar a Cartilha de Segurança, siga as instruções abaixo: 

1) Clique com o botão direito do mouse sobre o link do arquivo;

2) Selecione a opção Salvar destino como... (Save target as...);

3) Selecione a pasta na qual você deseja guardar o arquivo;

4) Clique no botão Salvar.

Clique aqui para baixar a Cartilha de Segurança

Mantido com o apoio do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), o documento traz recomendações sobre como aumentar a segurança e se proteger de possíveis ameaças na Internet. Entre os temas abordados, estão privacidade, fraudes, spam, hackers vírus e outros.

A versão 3.1 da Cartilha de Segurança para a Internet conta ainda com um glossário, um checklist e uma compilação de dicas básicas. No total, são 10 partes. Quem preferir, pode visualizar o documento na Web, no endereço cartilha.cert.br.
A Internet e os boatos

 
A Internet e os boatos

As pessoas sempre gostaram de boatos e fofocas. E se em grupos pequenos a distorção da informação já é notável, quando o âmbito é de milhões de pessoas - a Internet -, a coisa pode chegar a limites insuspeitados. Desde que existe a rede mundial de computadores, a quantidade de boatos, avisos falsos e todo tipo de desinformação produzida com boas ou más intenções vem crescendo de maneira exponencial.

Opine sobre o assunto
Veja foto ampliada
Paraíso dos boatos
A tendência dos usuários menos experientes de acreditar em tudo que lêem (ou vêem) na Internet gera um desejo difícil de controlar: criar mensagens, apresentações em PowerPoint ou vídeos preparados para chamar a atenção de quem recebe e que automaticamente, quase sem pensar, decide distribuir para todos os seus contatos.

Como um vírus, a desinformação caminha muito rápido. Relembre alguns dos boatos mais populares da Internet - certamente você os conhece e já deve ter recebido mais de um - e algumas dicas para não cair neles.

1. Se enviar um e-mail para X, Y vai ganhar benefícios. Mande já para todo mundo.
Há um menino que tem câncer e poucas semanas de vida, cujos pais pedem que se envie um e-mail a alguma associação que vai dar ao garoto doente um dólar por cada mensagem recebida. Quem vai se furtar a colaborar? Bill Gates quer dar dinheiro: basta enviar um e-mail a determinado endereço e você será recompensado. E não esqueçamos das mensagens denunciando o desaparecimento de crianças que trazem inclusive a foto das pequenas vítimas. Se alguém telefonar para os números que vêm nos e-mails, acaba descobrindo que a criança nunca existiu, que o telefone fornecido não tem a ver com o caso ou, o que é mais comum, que o pequeno realmente sumiu mas foi encontrado há meses - a mensagem é que nunca some da Web.

Enfim, quer apelem para a compaixão ou para a ganância, estas correntes sempre alcançam algum sucesso - prova é que circulam pela Internet há anos e invariavelmente alguém as toca para a frente. Afinal, o que custa enviar um e-mail? A resposta é simples: custar, não custa, mas gera quilos e quilos de spam.

2. Cuidado: X faz mal ao seu Y
Onde Y sempre é a sua saúde ou o seu computador, e X pode ser uma enorme variedade de coisas cotidianas, de vírus a desodorantes, passando por celulares e antenas. O mais recente destes boatos teve como protagonista exatamente a telefonia móvel: mostrava, em imagens apavorantes, como se cozinha um ovo em poucos minutos usando dois celulares.

Por sorte, existe gente que não consegue ficar quieta ao receber bobagens - então, se por um lado recebemos o email com o alerta falso, também é possível encontrar, na própria Internet (eventualmente, até receber por e-mail também), documentos e provas que apontam a impossibilidade de tal engenho anunciado.

De qualquer maneira, cuidado: alertas enviados por amigos, familiares ou companheiros de trabalho, por mais bem-intencionados que sejam, não são obrigatoriamente verdade. Na maioria das vezes, de fato, são falsos.

3. X está morto!
E X, claro, é um pobre ator que foi conhecido e agora está afastado das luzes da fama. O exemplo mais recente é o da "morte" de Jaleel White, mais conhecido por seu papel de Steve Urkel no seriado Family Matters. O ator segue vivo e trabalhando - o que não pode ser dito a respeito da moça que interpretava Myra, uma mulher atraída por ele. Era a atriz Michelle Thomas que - esta, sim - morreu de um câncer de estômago aos 29 anos.

4. Imagens inacreditáveis - mas que a gente acredita
Desde um homem pendurado em um helicóptero a ponto de ser devorado por um imenso tubarão até os bonsai de gato, é certo que os boatos têm muito mais chances de serem levados a sério quando têm imagens: o que se vê parece ser mais real.

Quem não lembra da fotografia que circulou por todo o mundo, depois dos ataques às torres gêmeas de Nova York em 11 de setembro de 2001, mostrando um jovem turista sorridente num dos terraços do World Trade Center - e atrás dele um dos aviões se aproximando? A história tinha detalhes como a câmera ter sido encontrada entre os destroços do atentado. E comoveu milhares de pessoas antes que a verdade viesse à tona: era uma simples montagem.

Outra comoção na Internet foi causada pelos Bonsai Kitten: japoneses estariam criando bonsais de gato, mediante a técnica de colocar os pequenos felinos em recipientes de vidro, como garrafas, e alimentá-los por um tubo. Eles cresceriam (pouco) e tomariam a forma do vidro. Cruel - mas as fotos atraíram milhares de visitantes e uma onda de protestos por toda a rede. Claro, era mais uma "falsa verdade" da Web.

Se um boato se apóia em uma imagem de aparência real, é muito mais fácil para as pessoas acreditarem e, consequentemente, espalharem. Cuidado, então, com os olhos: eles nos enganam muito mais frequentemente do que podemos pensar.

5. O poder do povo
Se nos unirmos todos para fazer X, mudaremos as coisas. O mais conhecido destes boatos é o do preço da gasolina. "Se durante um dia inteiro ninguém abastecer seu carro, estaremos enviando uma mensagem às companhias petrolíferas que serão obrigadas a baixar o preço dos combustíveis". Você deve ter recebido pelo menos uns quinze desses...

Embora qualquer um com um mínimo de capacidade de abstração e reflexão possa concluir que não serviria para nada uma iniciativa como essa, este tipo de mensagem se propaga com uma facilidade incrível graças ao populismo e à demagogia.

Resumindo: nem tudo que se lê na Internet é verdade. De fato, é melhor pensar que, na realidade, grande parte da informação na Internet simplesmente não é confiável. Tentemos, então, ser mais céticos: desconfiar, buscar mais de uma fonte e verificar em vez de simplesmente engolir tudo - e, o que é pior, enviar para mais e mais pessoas coisas que não têm fundamento. E que ajudam apenas a entupir e dificultar o tráfego na Web.

Redação Terra.

Os 10 mandamentos da Segurança

 
Os 10 mandamentos do Movimento Internet Segura

1) Protegerás seu computador.
 
2) Jamais fornecerás senhas
 
3) Ficarás atento aos endereços em que navegas
 
4) Conferirás sempre seus pagamentos
 
5) Terás sempre atenção no fornecimento de dados pessoais
 
6) Nunca participarás de sorteios fáceis
 
7) Resistirás a ofertas tentadoras
 
8) Terás cuidado com programas de invasão
 
9) Ficarás sempre de olho nos e-mails que recebe
 
10) Em movimentações financeiras, seguirás sempre as regras para internetbanking



Sim
Não

:: Votar ::
:: Ver resultados ::


:: Buscar ::
Clique aqui para ir à página
:: Painel .